Graças ao trabalho sério e competente do SAAE, São Lourenço tem hoje, um dos melhores e mais modernos sistemas de tratamento de água e um dos mais altos índices de atendimento em saneamento básico do país.

A cidade está recebendo obras que vão permitir o tratamento de todo o esgoto que é lançado no Rio Verde, ajudando, assim, a recuperar o meio ambiente.

São Lourenço tem ainda o privilégio de desconhecer os crônicos problemas de racionamento de água, que outras cidades enfrentam. Diariamente nossa Estação de Tratamento produz em média 11 milhões de litros de água tratada e fluoretada, rigorosamente dentro dos padrões de qualidade recomendados pela OMS - Organização Mundial de Saúde.

O SAAE fornece água tratada para 100% da população São Lourenciana, e recolhe o esgoto de 96% das residências, proporcionando assim, uma vida melhor e mais saudável em nosso município.

Se o SAAE toma todos os cuidados necessários para tratar a água, o consumidor também deve fazer a sua parte para preservá-la das impurezas, evitando também os desperdícios. Para isso, bastam algumas precauções, tais como:
Vedar a caixa d água, evitando a entrada de sujeira e de pequenos animais e mantê-la sempre limpa, lavando-a de seis em seis meses; Se a caixa for subterrânea, ela deve estar protegida contra enxurradas e infiltrações;
As instalações hidráulicas e os encanamentos internos devem ser verificados periodicamente, para evitar vazamentos.


desperdicio1

Gotejamento simples:
3m³ ao mês
60 litros ao dia

desperdicio2a

Abertura de 1mm:
60m³ ao mês
2.000 litros ao dia

desperdicio3a

Abertura de:
2mm 130m³ ao mês
4.500 litros ao dia

desperdicio4

Abertura de 6mm:
500m³ ao mês
16.000 litros ao dia

Dicas para reduzir seu gasto de água nas torneiras:

Ao lavar as mãos, feche a torneira na hora de ensaboá-las; Para escovar os dentes ou fazer a barba, faça o mesmo. Só volte a abrir a torneira na hora de enxaguar;
Faça o mesmo na hora de lavar roupa e louças: mantenha a torneira fechada na hora de ensaboar.

Vaso Sanitário
Os vasos sanitários podem consumir até 40% da água de uso doméstico. Racionalize o uso da descarga; Regule periodicamente a válvula de descarga; Nunca jogue papel, pontas de cigarros ou lixo dentro do vaso, pois podem causar entupimentos.
Hidrômetro
Controle seu consumo de água através dos números registrados no hidrômetro. É simples fazer a leitura. Caso você não saiba, basta perguntar ao leiturista ou dirigir-se ao nosso escritório. Fique atendo aos vazamentos que podem ocorrer no hidrômetro.
Bóia d'água
Observe sempre o funcionamento da bóia da sua caixa d água. Bóia com defeito é água perdida pelo extravasor (ladrão).
Mangueira
Se for indispensável o uso da mangueira, utilize sempre um esguicho (tipo bico). Assim, quando você não a estiver utilizando, o fluxo de água é interrompido; Evite lavar as calçadas, garagens e carros várias vezes por semana, assim como irrigar os jardins desnecessariamente; Não use o jato da água para varrer o chão. Use a vassoura; Na hora de lavar o automóvel, troque a mangueira pelo balde de água.
Chuveiro
Os banhos demorados consomem 37% da água de uso doméstico. Para você ter uma ideia, cinco minutos com o chuveiro aberto consome 60 litros de água; Diminua o fluxo do chuveiro e, quando estiver se ensaboando, faça-o com o chuveiro fechado.
Verificando Vazamentos

Teste Número 1: Na tubulação que leva água até a caixa d água:
- Deixe o registro do padrão aberto;
- Feche bem todas as torneiras e não use os sanitários;
- Vede todas as boias da caixa d água;
- Faça a leitura do hidrômetro. Após uma hora, através de uma nova leitura, verifique se houve alterações nos dados registrados;
- Se o seu hidrômetro possuir uma bolinha preta, verifique se a mesma está girando;
- Em caso afirmativo, há vazamento na tubulação entre o hidrômetro e a caixa d’água.

Teste Número 2: Na válvula ou na caixa de descarga:
- Na válvula ou na caixa de descarga:
- Jogue cinza de cigarro no vaso sanitário. Se a cinza ficar depositada no fundo do vaso, não há vazamento;
- Caso contrário, há vazamento na válvula ou na caixa de descarga;
- Você pode também esvaziar todo o vaso sanitário e secá-lo;
- Se ele tornar a encher sem que se dê descarga, há vazamento.


Teste Número 3: Na instalação alimentada pela caixa:
- Vede bem a bóia;
- Feche as torneiras e não use os sanitários;
- Marque o nível da água na caixa;
- Depois de uma hora, confira o nível da água;
- Se o nível baixar, existe vazamento na tubulação, nos sanitários ou na própria caixa;
- Atenção: O extravasor deve estar posicionado acima do nível da bóia.

Teste Número 4: Em reservatórios de edifícios:
- Feche o registro do hidrômetro ou encha a caixa d água até o nível da bóia;
- Feche os registros de limpeza e de saída de água;
- Marque o nível da água no reservatório;
- Se depois de duas horas o nível baixar, há vazamento;
- Nesse caso, verifique se o registro de limpeza não tem defeitos ou se existe trinca no reservatório.
- Se qualquer um dos testes indicar a presença de vazamentos, chame um profissional competente para resolver o problema.

Limpeza da Caixa d água

Esvazie a caixa d água;
- Escove bem as paredes e o fundo. Não use escovas de aço;
- Lave bem a caixa d água com jatos fortes de água;
- Prepare uma solução de cloro com 1 litro de água sanitária diluída em 5 litros de água;
- Com uma brocha ou pano, espalhe a mistura no fundo e nas paredes da caixa;
- Espere no mínimo meia hora, para que a solução de água sanitária possa agir, desinfetando a caixa;
- Lave novamente a caixa com um jato forte de água pura. É importante deixar a água escorrer. A caixa d água deve ficar vazia.
- Agora é só encher novamente a caixa d água. Não se esqueça: repita esta mesma operação dentro de 6 meses.
- Manter a caixa d água limpa é manter a qualidade da água que o SAAE leva até a sua casa. Uma garantia de saúde para você e sua família. Caixas d água em más condições podem criar um meio propício ao desenvolvimento de microorganismos não encontrados na água tratada. Para resguardar a qualidade da água, recomenda-se a limpeza e a desinfecção semestrais da caixa d água.

Cuidados com a caixa de esgoto

- Em casa: Construir corretamente a caixa de gordura - que recebe a água da cozinha - e também a caixa de passagem - que recebe as águas do banheiro e do tanque - é viver com mais saúde, mais higiene e mais conforto.
- No banheiro: Aqui você também precisa ter muito cuidado. Toco de cigarro, absorvente, papel, grampo, camisinha e outros objetos devem sempre ser jogados no lixo e não no vaso sanitário. Com isso, você estará colaborando para o bom funcionamento da rede de esgoto da sua casa e evitando os transtornos causados pelo seu entupimento.
- Na cozinha: Jogue cascas de frutas e legumes, restos de verduras e sobras de comida no lixo, e não na pia. Fazendo isso, você estará evitando entupimentos na rede de esgoto da sua casa.
- Na caixa de gordura: Ela também exige cuidado especial. Verifique, mensalmente, o estado da caixa de gordura. Sempre que houver uma camada de gordura boiando, ela deve ser retirada, colocada em um saco plástico e em seguida jogada no lixo. Agindo assim você evitará entupimentos, transbordamentos, mau cheiro e outros aborrecimentos.
- No tanque: Você também deve ter alguns cuidados. Use sempre o ralinho ou a grade de proteção para que pequenas peças de roupa não entrem pelo esgotamento do tanque, provocando entupimento na rede de esgoto.
- Tubulação para o escoamento da água de chuva: jamais deve ser ligada à rede de esgoto. O aumento do volume de água escoando dentro da rede de esgoto arrebenta o encanamento e pode provocar refluxo do esgoto para dentro da sua casa ou de quem mora nas partes mais baixas da cidade.
- O destino da água de chuva é a rede pluvial.

Se não houver rede pluvial, a água de chuva deverá escoar para a rua.

Conheça seu hidrômetro

Muitos usuários não sabem como é medida a quantidade de água que passa pelo hidrômetro.

O símbolo do INMETRO para garantir a qualidade do hidrômetro.

O desenho da ampulheta no meio do hidrômetro gira somente quando tem fluxo de água.

Existem dois marcadores redondos, marcador situado no canto inferior central indica o volume de água em décimos de litro, ou seja, quando ele der uma volta completa, estará contando 1 litro d'água.

Sendo assim, existe o marcador situado no canto inferior direito, que indica o volume em litros. Uma volta completa significa que passaram 10 litros d'agua.

O que nos leva para o quadro numeral no canto superior que indica o volume de água já passado pelo hidrômetro já em números para melhor visualização.

Os números vermelhos e pretos têm diferença: os números em vermelho indicam centena e dezena, chegando em 99 (que significa 999m³) ao passar para 1000m³, os vermelhos voltam para 00 e já é acrescentado uma unidade nos números pretos, que pro sua vez, indicam o volume em milhares de m³.